Raamá

Só o verdadeiro Deus possui poderes miraculosos e o dom da criação eterna.

Significado do nome Raamá

Os significados mais tradicionalmente aplicados a Raamá são ‘trovão‘ e ‘tremor‘, além das acepções ‘forçar‘ ou ainda ‘compelir‘, que possuem uma leitura mais metafórica do título visando interpreta-lo a fim de retificar uma alusão à força do poder divino por meio de um fenômeno natural. Trata-se de um nome que remete aos milagres que só Deus pode produzir, bem como à inestimável capacidade que Ele tem de criar coisas grandiosas aos olhos humanos.

Estes foram os filhos de Cuxe: Sebá, Havilá, Sabtá,Raamá e Sabtecá. Estes foram os filhos de Raamá: Sabá e Dedã.

Gn 10:7

Origem do nome Raamá

Raamá é proveniente da forma hebraica original Ra´mah, cuja derivação se dá a partir da raiz ra´am, que pode ser literalmente traduzida como “trovejar”. No idioma inglês duas variações são utilizadas – Raamah e Ramah – ao passo que o espanhol apresenta a versão Ragama.

Este nome feminino antigamente era aplicado apenas para homens.

Raamá na Bíblia

Raamá foi o filho de Cuxe e neto de Hã, além de ter sido irmão de Sebá, Havilá, Sabtá e Sabtecá. Ele ainda teve dois filhos: Sabá e Dedã (Gn 10:7). Este título também nomeia um povoado, que possuia grande mercadores de pedras preciosas, ouro e especiarias (Ez 27:22).

Este nome aparece com três menções diretas na Bíblia Sagrada, todas elas localizadas no Antigo Testamento e distribuídas entre os livros de Gênesis, Ezequiel e o no primeiro volume de Crônicas.