Hagar

Escolher o caminho certo requer muita paciência e coragem.

Significado do nome Hagar

Os significados mais comumente atribuídos a Hagar são ‘fuga‘, ‘emigração‘, ‘vôo‘ ou ainda ‘mudança‘, indicando a suma sabedoria que as mudanças bem feitas exigem para que possam trazer bons resultados àqueles que nelas acreditaram.

Hagar teve um filho de Abrão, e este lhe deu o nome de Ismael.

Gn 16:15

Origem do nome Hagar

Hagar é proveniente da forma hebraica Hagar, que posteriormente se tornou Agar tanto no grego quanto no latim – dois idiomas da antiguidade -, enquanto na língua árabe a variação utilizada é Hajar, embora podendo também aparecerçam em outras duas versões: Hadjara e Hagir.

A variante deste nome feminino que mais se distingue da portuguesa é a turca Hacer.

Hagar na Bíblia

Foi a escrava de origem egípica de Sara, a esposa estéril de Abraão, e com ele se deitou a fim de conferir-lhe um primogênito. De acordo com o costume na época, as mulheres que não podiam ter filhos deviam entregar seus maridos a outra mulher que lhe pudesse conceber um herdeiro; neste caso, a criança seria legalmente considerada filha do casal e não da progenitora biológica; Lia e Jacó também passaram por situação semelhante. Da união momentânea de Hagar e o marido de sua ama nasceu Ismael, mas a partir de sua concepção a serva começou a ter um comportamento insolente perante sua dona, fazendo-lhe insultos e gabando-se de sua fertilidade. Por conta disto ela foi castigada pela família e resolveu fugir, vagando pelo deserto e passando por muitas dificuldades consequentes, até que um anjo lhe disse que o seu garoto seria o pai de uma nova nação, além de ordenar que retornasse para o clã ao qual pertencia, sendo que por lá ela permaneceu durante muitos anos (Gn 16:1-16). Após um longo período ela foi expulsa da casa juntamente com seu descendente devido às sérias dificuldades de relacionamento do menino com os outros membros do local (Gn 21:9-14).

Seu nome é citado nas Escrituras em quinze passagens tanto do Antigo quanto do Novo Testamento, constando em maior predominância de menções no livro de Gênesis.