Simão

Aquele que fala bem nunca ensinará melhor do que aquele que sabe escutar.

Significado do nome Simão

Simão significa ‘ouvinte‘, ‘obediente‘ ou ainda ‘aquele que ouve‘ demonstrando a importância fundamental de se saber ouvir. Este nome também abriga a obediência como forma uma eficaz forma de compreensão no caminho da fé.

Simão Pedro respondeu: ‘Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo’.

Mt 16:16

Origem do nome Simão

Simão é uma forma contracta de Simeão e tem sua raíz atrelada ao hebraico Shim’on, intimamente relacionado ao verbo “ouvir”. A forma inglesa Simon também ocorre no francês e foi nesta língua que surgiu a variação feminina Simone, bastante utilizada no português.

O espanhol derivou diversas variantes distintas deste nome para homens: Ximeno, Jimeno e ainda Ximun são algumas delas.

Simão na Bíblia

O filho de Jonas foi um dos doze apóstolos de Jesus e também era conhecido como Pedro, Cefas e ou Simeão. Seu ofício era a pesca e ele morava em Cafarnaum, onde junto de seu irmão, André, mantinham sociedade com Zebedeu e seus filhos Tiago e João (Lc 5:10). Cristo convoca ele para ser seu discípulo quando passa pelo Mar da Galiléia e o vê trabalhando por ali. Posteriormente ele acaba fazendo parte do círculo íntimo do Messias e estando presente em alguns episódios que os outros não estiveram. Embora tivesse um gênio difícil (Jo 18:10), Simão era uma espécie de líder natural perante os outros onze e mostrava uma dedicação sem igual aos ensinamentos cristãos.

Outros nove homens são assim nomeados nas Escrituras: o ancestral de um clã judaíta (1Cr 4:20); o pai de Judas Iscariotes (Jo 6:71); um parente de Jesus (Mc 6:3); um outro discípulo entre os doze apóstolos, também chamado de “o zelote” (Mc 3:18); um fariseu (Lc 7:40); o homem leproso da Betânia (Mc 14:3); um sirineu que carregou a cruz do Messias (Mc 15:21); a companhia de Pedro quando ele estava em Jope, também conhecido como “o curtidor” (At 9:43) e um homem chamado de “o mago” (At 8:9).

Este nome é mencionado na Bíblia Sagrada em mais de setenta ocasiões. Uma delas, presente no primeiro volume de Crônicas, está localizada no Antigo Testamento, enquanto as que se encontram no Novo estão predominantemente citadas no Evangelho de João.