Miriã

A verdadeira bondade é espontânea e não faz alardes.

Significado do nome Miriã

Miriã significa ‘elevada‘, ‘pura‘ ou ‘amada‘, abarcando ainda a tradução da expressão ‘sua rebelião‘. Um caráter nobre e um forte apego à bondade e às ações caridosas se relacionam a este nome que aponta para uma índole superior.

E Miriã lhes respondia, cantando: ‘Cantem ao Senhor, pois triunfou gloriosamente. Lançou ao mar o cavalo e o seu cavaleiro’.

Ex 15:21

Origem do nome Miriã

Miriã é um nome para mulheres que advém do hebraico Miryam e possui a mesma raiz etimológica de Maria. Curiosamente, a variante inglesa Miriam é de grafia similar à presente na língua alemã e por vezes também ocorre na portuguesa.

No português é possível observar uma vasta gama de variações para esta denominação; Myriã, Mirian, Miriany ou Myriam são algumas das opções.

Miriã na Bíblia

Era filha de Anrão com Joquebede e irmã mais velha de Arão e do profeta Moisés, sendo encarregada de vigiá-lo, ainda recém-nascido, no famoso episódio em que a sua mãe o coloca em um cesto de junco à beira do rio Nilo para que ele seja levado ao relento até às mãos da filha do faraó. Quando a moça recolhe o bebê das águas é abordada por Miriã, que se oferece para encontrar uma mulher hebréia capaz de auxiliar a cuidar daquela pequena criança. A princesa concorda com a oferta e a recomendação feita é sobre a sua própria progenitora que acaba, por fim, ajudando a tomar conta do filho, ainda que isso tenha permanecido em total sigilo (Ex 2:3-9). Outra passagem em que a personagem recebe destaque se dá quando os hebreus passam a comemorar o fato de terem conseguido escapar atravessando o mar Vermelho, cuja abertura é feita por Deus, e os egípcios não; então ela reúne todas as mulheres e pede para que cantem e dançam em homenagem à fuga bem sucedida de seu povo (Ex 15:21). Há ainda um homem que recebe este mesmo título nas Escrituras, trata-se de um dos netos de Ezra (1Cr 4:17).

Quatorze menções são feitas a este nome na Bíblia Sagrada, todas elas estão localizadas no Velho Testamento e, principalmente, no livro de Números.